odairarmelas@gmail.com  
 
Análise de impressões digitais

As impressões digitais constituem uma das curvas bizarras da natureza. Os seres humanos tiveram que construir cartões de identidade de difícil acesso. Você tem uma característica única que representa apenas você, literalmente: suas impressões digitais. Como isto acontece?

As pessoas possuem minúsculos sulcos e vales na pele dos dedos e essa adaptação é extremamente vantajosa ao ser humano O padrão dos sulcos nos dedos torna mais fácil o trabalho das mãos ao pegar coisas, da mesma maneira que um padrão de ranhuras emborrachada auxilia o pneu a se segurar na pista. Esses sulcos e vales são as impressões digitais, que permitem um tipo de identidade "embutida", uma vez que cada desenho é exclusivo.

A outra função das impressões digitais é uma total coincidência. Como tudo no corpo humano, esses sulcos tomam forma através da combinação de fatores ambientais e genéticos de cada um. O código genético contido no DNA fornece informações gerais sobre a maneira em que a pele deve ser criada no feto em desenvolvimento. A posição exata do feto no útero em um determinado momento e a densidade e a composição do líquido amniótico ao redor dele determinam como os sulcos em cada indivíduo irão se formar.

Assim, além dos inúmeros elementos envolvidos no desenvolvimento da composição genética, existem ainda incontáveis fatores ambientais que influenciam na formação dos dedos. O processo completo de desenvolvimento é tão específico que não existe possibilidade alguma de um mesmo padrão se repetir.

Conseqüentemente, as impressões digitais são uma marca exclusiva de cada indivíduo, mesmo entre gêmeos idênticos. Ao mesmo tempo em que duas digitais podem parecer as mesmas a olho nu, um investigador experiente ou um software avançado podem captar claramente diferenças bem definidas.

Esta é a idéia básica da análise de impressões digitais, tanto em segurança quanto em investigações criminais. A função de um leitor de impressões digitais é coletar amostras de uma digital e compará-las a outras amostras já em registro. Nas próximas seções, entenderemos como esses leitores fazem isso.

 

 

 

Odair Armelas Lece - Perito Grafotécnico - 2009 - Todos os direitos reservados - Criado por Carlos Vitor de Castro